Audi A3

desde 1997 lançamento

Reparo e operação do carro



Audi A3
+ Instrução de manutenção
+ Partida atual e serviço
+ Motor
+ Esfriamento de sistemas, aquecimento
+ Sistema de provisão de poder e produção dos gases cumpridos
- Equipamento elétrico de motor
   - Sistema de controle eletrônico por ignição e injeção
      Autodiagnóstica de sistemas de controle eletrônico da segunda geração de OBD II
      Sistema de ignição
      Cheques de sistema de ignição e injeção
      Tomadas de faísca
   + Sistemas de uma carga e partida
+ Caixa manual de deslocamento de engrenagem
+ Câmbio automático e modelos com o passeio de quatro rodas
+ União e cabos de poder
+ Sistema de freios
+ Suporte de forma triangular de interrupção e direção
+ Corpo
+ Equipamento elétrico de bordo
+ Gráficos elétricos



Autodiagnóstica de sistemas de controle eletrônico da segunda geração de OBD II

INFORMAÇÃO GERAL

A descrição de elementos do sistema do controle eletrônico fornece-se por ignição e injeção na seção do sistema de provisão de Poder e produção dos gases cumpridos.

(Em caso do equipamento do seu OBD II carro em Schild abaixo de um capuz de monge lá tem de ser um "OBD de registro II complacente" e tem de haver uma tomada de 16 contatos. Por via de regra OBD II são modelos equipados, desde 1996 lançam).

1. Vária criação de dispositivos diagnóstica que controla de parâmetros separados de sistemas da redução na toxicidade e fixa as recusas reveladas na memória do processador de bordo na forma de códigos individuais de maus funcionamentos é uma parte do sistema OBD. O sistema também realiza o controle de sensores e mecanismos de acionamento, ciclos de serviço de veículo de controles, fornece uma possibilidade do armazenamento até dos fracassos que surgem rapidamente no decorrer do trabalho e limpando do bloco da memória.
Acordo da tomada diagnóstica
2. Todos os modelos descritos no manual presente equipam-se do sistema da diagnóstica de bordo da segunda geração (OBD–II). Um elemento básico do sistema é o processador de bordo mais muitas vezes chamado pelo módulo eletrônico da gestão (ESM) ou módulo da gestão de funcionamento da unidade de poder (RSM). RSM é um cérebro de um sistema de controle do motor. Os dados básicos chegam ao módulo de vários sensores de informação e outros componentes eletrônicos (comutadores, o revezamento, etc.). Com base na análise dos dados que chegam de sensores de informação, e segundo os parâmetros básicos instalam na memória de processador, RSM desenvolve ordens da operação de vários revezamentos operacionais e mecanismos de acionamento, executando por meio disso o ajuste de parâmetros de trabalho do motor, e fornecendo a eficiência máxima do seu regresso no momento do consumo de combustível mínimo. A leitura de dados da memória de processador de OBD-II faz-se por meio do scanner especial unido à tomada diagnóstica de 16 contatos da leitura do banco de dados (DLC) localizado abaixo do painel de controle de um aquecedor.

ATENÇÃO

Em alguma leitura de modelos dos códigos de maus funcionamentos que se escrevem na memória do sistema da autodiagnóstica pode fazer-se por meio de uma lâmpada "Verificam o motor".


3. Os certificados de garantia especiais com a validade extensa estendem-se ao serviço de componentes de sistemas de controle do motor/redução na toxicidade dos gases cumpridos. Não é necessário fazer tentativas da realização independente de diagnóstica de fracasso de RSM ou substituição de componentes do sistema, a uma saída de termos destas obrigações, – dirigem especialistas de oficinas de reparos dos carros representativas.
Dados sobre unidades diagnósticas
Use na diagnóstica dos sistemas considerados de um multímetro digital com uma alta impedância significativamente aumenta a exatidão das medições executadas
4. O controle da utilidade do funcionamento de componentes de sistemas de injeção e redução na toxicidade dos gases cumpridos realiza-se por meio do instrumento de medir digital universal (multímetro). O uso do instrumento de medir digital é preferível por várias razões. Em primeiro lugar, em dispositivos análogos é bastante difícil (às vezes, é impossível), para definir o resultado da indicação a dentro das 100as ações e mil de ações enquanto durante a inspeção dos contornos inclusive componentes eletrônicos na estrutura, tal exatidão tem a importância particular. O segundo, não menos importante, o fato que o contorno interno de um multímetro digital, tem a impedância bastante alta é a razão (a resistência interna do dispositivo faz 10 megohms). Como o voltômetro une-se à cadeia verificada na paralela, a exatidão da medição de sujeitos é mais alta, do que a mais pequena corrente passará de fato pelo dispositivo. Este fator não é essencial no momento da medição de valores bastante altos da tensão (9 ё 12 V), contudo torna-se a definição na diagnóstica dos elementos que dão sinais de baixa tensão, tal como, por exemplo, l-tenta onde é sobre a medição de ações do volt.

A observação paralela de parâmetros de sinais, resistência e tensão em todas as cadeias da gestão é possível por meio do fendedor incluído constantemente na tomada da unidade de controle do motor. Ao mesmo tempo no motor desligado, de trabalho ou durante o movimento do carro, a medição de parâmetros de sinais em tomadas de fendedor executa-se de que a conclusão sobre defeitos possíveis se tira.
5. Os scanners diagnósticos especiais (Ponteiro) ou provadores (Perdigueiro) com certo cartucho (se se fornecer), um fio universal e a tomada acostumam-se à diagnóstica de sistemas eletrônicos do motor, câmbio automático, ABS, os senhores Besides, é possível usar o automóvel especializado caro computador diagnóstico que se desenvolve especialmente para a diagnóstica cheia da maioria de sistemas de carros modernos a este objetivo (por exemplo, ADC2000 do Lançamento HiTech, ou ESA560, FSA, BEA de Bosch), ou o computador ordinário com um fio especial e o browser de programa OBD (por exemplo, Bosch ESI [tronic] programa em russo (www.ESItronic.com, ESItronic@msw–stuttgart.de, o fax: +49 (0) 711 2580488), o provador Motor, Mytester, programas VagCom e VagTool ou se oferece nos sites web www.carsoftinternational.com/or www.obd-2.com).

O K-L-line universal (www.autoelectric.ru) adaptador (ver uma ilustração no fim da página), os serviços da coordenação de sinais do porto RS-232 e OIS 9.141 interfaces (K-linha) e ALDL. Vários fios necessários para a diagnóstica do concreto fazem do carro pode unir-se a tomadas do adaptador. Os comutadores e os elementos da indicação instalada no adaptador permitem escolher modos operacionais necessários e aproximadamente estimar o trabalho de linhas de produção. Deste modo, a luminescência de um díodo de emissão de luz verde com a marcação de L-linha, demonstra a conexão da linha L com o caso do carro. A luminescência de um díodo de emissão de luz vermelho com a marcação da K-linha indica o alto potencial que está presente neste momento na linha K. Na conexão estabelecida com o carro a cintilação de indicadores pode ser imperceptível para um olho por causa da alta velocidade da troca. A conexão ao computador faz-se diretamente ao porto COM de 25 contatos ou "Por meio do fio RS-232 25 Comte. – 9 Comte". em porto SOM de 9 contatos.

Alguns scanners, além de operações habituais da diagnóstica, permitem imprimir, na conexão com o computador pessoal, os diagramas esquemáticos de equipamentos elétricos que se guardam na memória da unidade de controle (se se puserem), para programar o sistema que se antiarrasta, observar sinais em cadeias dos carros em tempo real.

Pode carregar da versão livre de um browser de OBD II para a diagnóstica do seu carro do nosso site web arus.spb.ru
6. A leitura dos códigos de maus funcionamentos que se escrevem na memória do sistema da autodiagnóstica, em alguns carros, pode fazer-se também no indicador "verificam o motor" no painel de controle.
7. Os dispositivos de ToolRama, Inc também podem acostumar-se à diagnóstica, por exemplo. (3.500 NW Boca Raton Blvd, Boca Raton, a Flórida, 33431, os EUA 1 877 866 5726 – 561 750 4511 – 561 338 8.447 FAX):

provador de R000 ou o scanner P000 com um cartucho de T043 ou T053,
fio N000 universal,
tomada N003 preta ou branca;
Multiplexador de N002A;
Conector de N004.
8. O scanner só lê em voz alta os maus funcionamentos memória trazida e compensa a memória de maus funcionamentos. Além do scanner só apoia o protocolo de OIS. O provador além disso pode fazer ativo e mostrar os dados atuais e apoia protocolos de OIS e o SAE.

Todos os cartuchos de um provador podem usar-se também no scanner. Ao mesmo tempo as funções só vão se limitar a leitura e limpeza da memória.
9. Para a maioria de carros do lançamento desde 1996 apoiando o protocolo SAE/ISO 9141 OBD II OBD II cartucho que executa as seguintes funções pode usar-se:

· Ler e remoção de códigos de maus funcionamentos de OBD II. Reflexão de resultados de testes do sensor de oxigênio.
· Controle contínuo de sistemas de ignição, injeção e componentes.

· Reflexão da lista dos dados atuais e as recusas movediças registradas:

Pressão absoluta no oleoduto de entrada;
Tensão de sensor de oxigênio;
Temperatura de esfriar o líquido do motor;
Carregamento de acordo do motor;
Velocidade do carro;
Qualidade de combustível;
Consumo aéreo (em peso);
Avanço de ignição;
Provisão de uma válvula de borboleta;
Temperatura do ar embebido.

Além de códigos de maus funcionamentos "P0", o dispositivo também reflete os códigos de P1 estendidos dos modelos Acura, Audi, BMW, Chrysler, Movimento súbito, FORD, Geo, GM, Honda, Hyundai, Infinidade, Kia, Lexus, Lincoln, mercúrio, Mazda, Mercedes, Mitsubishi, Nissan, Porsche, Saturno, ASSENTO, Skoda, Subaru, Suzuki, Toyota, Volvo, VW.
10. Características do automóvel especializado ADC2000 unidade diagnóstica:

· O osciloscópio de 4 canais construído com padrão pré-ajustado para 19 sensores.
· O analisador de sistema de ignição de cheque cadeias primárias e secundárias (com tensão a 100 kV) em sistemas com o distribuidor ou rolos separados de ignição – com controle de tempo de ardência, valor máximo de tensão, uma esquina de um avanço de ignição, corrente e voltas.

· Um multímetro de dois canais com representação digital e gráfica de dados sobre tensão (150B), frequência (1.100 quilohertzes), a corrente (150A).
· O scanner construído dos sistemas principais em carros: VAG, Mb, BMW, Volvo, Toyota/Lexus, Mitsubishi, Nissan, Honda, Mazda, GM, Ford, Chrysler, Daewoo, Hyundai, Kia, Samsung, e também em carros que apoiam o protocolo OBD-II.
· Os cartuchos não se necessitam – pode realizar a atualização de programas do dispositivo, tendo carregado de atualizações necessárias da Internet.
· O software de contato com o computador pessoal.
11. A informação sobre o uso destes dispositivos contém nos documentos cercados. Sobre dispositivos pode conhecer detalhes dos sites web www.programatools.com, www.bosch.de
12. Para executar a diagnóstica recomendamos-lhe pedir a ajuda qualificada de peritos a CENTENA.

OIS 9141–2 (Chrysler, europeu e maioria de modelos asiáticos) Contatos 4, 5, 7, 15, 16

conclusão Não.
Nomeação
4
Conexão com o caso
5
O caso – uma conclusão alarmante
7
Linha K, OIS 9141
15
Linha L, OIS 9141
16
Mais baterias por uma fechadura de segurança. Energizado, em qualquer posição da fechadura de ignição

Leitura de códigos de maus funcionamentos

Conteúdos de informação de categorias de um código

Olhe P 0 3 8 0 de da esquerda à direita:

1 categoria (na esquerda)

P unidade de poder
B corpo
Com chassi

2 Fonte de Código de categoria

0 SAE padrão
1 extenso – estabelecido pelo produtor


3 Sistema de categoria

0 sistema em geral
1 mistura de ar (indução de ar/combustível)

2
injeção de combustível
3 sistema de ignição ou admissões de ignição
4 controle adicional de lançamento (controle de emissão auxiliar)
5 velocidade do carro e gestão х.х.
6 entrada e sinais de produção da unidade de controle
7 transmissão

4,5 categorias

Número de série de mau funcionamento de um componente ou cadeia (00–99)

ORDEM DE REALIZAÇÃO
1. No momento da detecção do mau funcionamento que se repete sucessivamente em duas viagens, RSM emite a ordem da inclusão da lâmpada de controle que se constrói em em um guarda de instrumento "Verificam o motor", chamado também pelo indicador de recusas. A lâmpada continuará queimando-se até que a memória do sistema da autodiagnóstica não se compense os códigos dos maus funcionamentos revelados fê-lo entrar (dirija Especificações). Se a lâmpada pestanejar, – o mau funcionamento capaz para conduzir ao dano do conversor catalítico registra-se. É necessário reduzir a velocidade até que a lâmpada saia ou não será necessário queimar-se constantemente. A leitura de códigos de maus funcionamentos no sistema OBD-II pode fazer-se de vários modos. O caminho principal lê por meio dos dispositivos descritos acima do ligado à tomada DLC de 16 contatos do sistema OBD-II. Outros caminhos são possíveis não em todos os modelos. Em alguns modelos o código diabólico (determinado pelo produtor e outro do que códigos padrão SAE) pode ser считан o voltômetro digital ou um díodo de emissão de luz. A leitura de um código de uma lâmpada "É o cheque possível o motor".
2. Sem começar o motor, inclua a ignição, – uma lâmpada de controle "Verifica que o motor" tem de iluminar, de outra maneira deve substituir-se. Tendo verificado a utilidade de uma condição de uma lâmpada, novamente apague a ignição.

Se a memória do sistema for verdade, a lâmpada de controle não se juntará.

O lançamento do motor automaticamente interrompe o acesso ao sistema da diagnóstica.
Limpeza de memória de OBD-II
3. Entrando em um código do mau funcionamento na memória de RSM em um guarda de instrumento do carro a lâmpada de controle "Ilumina verificam o motor". O código permanece escrito na memória do módulo.
4. Para limpar da memória de ESM unem o scanner ao sistema e selecionam os ALUNOS DA ESCOLA MISTA DE CLAREIRA funcionam (A remoção de códigos) no seu cardápio. Além disso siga as instruções destacadas no dispositivo ou ao mesmo tempo durante 30 segundos tomam do ninho na fechadura de segurança EFI de bloco da reunião. Alternativamente a limpeza da memória do sistema pode fazer-se pela remoção de uma inserção fusível (a fechadura de segurança principal do sistema da provisão de poder de bordo), (é possível também somente desconectar um arame positivo da bateria).
ATENÇÃO

Não é desejável fazer a limpeza da memória de OBD por um desinteresse de um arame negativo da bateria como levará à eliminação de ajustar parâmetros do motor e violação da estabilidade das suas voltas de um pouco tempo depois da partida primária.
Se o stereosystem estabelecido no carro se equipar de um código de segurança antes de desconectar a bateria asseguram-se que tem a combinação correta da entrada do sistema áudio na ação!
A paralisação da bateria também leva à remoção de colocações do receptor de emissoras de rádio favoritas. Atenção: Para evitar o dano de ESM a sua paralisação e a conexão devem fazer-se só na ignição desligada!


5. Pista aquela memória do sistema compensou-se antes da instalação no motor de novos componentes de sistemas da redução na toxicidade dos gases cumpridos. Se antes da partida do sistema depois da substituição do sensor de informação fracassado para não fazer a limpeza da memória de recusas, RSM o fará entrar um novo código do mau funcionamento. A limpeza da memória permite ao processador fazer a mudança em novos parâmetros. Ao mesmo tempo em 50 primeiros ё 20 minutos depois do lançamento primário do motor alguma violação da estabilidade das suas voltas pode realizar-se.